HAL will be down for maintenance from Friday, June 10 at 4pm through Monday, June 13 at 9am. More information
Skip to Main content Skip to Navigation
Book sections

Atraso

Résumé : Os lugares subalternos e periféricos são comumente representados como negação dos valores positivos percebidos como qualidades fundamentais e normativas do centro. A Amazônia, que pode ser descrita como “espaço colonial do Brasil”, não é exceção a esta norma, sendo tradicionalmente apresentada “como lugar da negação da nacionalidade, lócus do incivilizado, da barbárie e do atraso em contraposição ao litoral”. Os próprios sistemas dominantes de significação produzem essa negação. Mesmo quando os significados mudam, mudam as representações. Assim, a título de exemplo, a Amazônia é percebida a partir de uma “visão paradisíaca criada pela magia dos mitos da região e sobre a região” e ao mesmo tempo de uma “violência cotidiana gestada pela permanente exploração da natureza e desencadeada pelos preconceitos em relação a ambos – homem e natureza”. Essa “dicotomia limitadora inferno verde/paraíso tropical”, constantemente, define e delimita os termos do discurso, sendo usadas como instrumentos intercambiáveis de dominação. O que não parece mudar, no contexto da “modernidade global”, constantemente definida por significantes como “progresso”, “inovação” ou “rapidez” é exatamente a representação da região enquanto um lugar atrasado, no qual a dinâmica do “progresso” ainda não chegou.
Complete list of metadata

Cited literature [17 references]  Display  Hide  Download

https://hal-hprints.archives-ouvertes.fr/hprints-02005177
Contributor : Marcello Messina Connect in order to contact the contributor
Submitted on : Sunday, February 3, 2019 - 6:32:44 PM
Last modification on : Tuesday, December 15, 2020 - 5:32:02 AM
Long-term archiving on: : Saturday, May 4, 2019 - 12:43:04 PM

File

Atraso - Uwa’kürü Dicioná...
Explicit agreement for this submission

Identifiers

  • HAL Id : hprints-02005177, version 1

Collections

Citation

Marcello Messina. Atraso. Uwa’kürü Dicionário Analítico (vol. 1), pp.96-106, 2016, 978-85-68914-06-9. ⟨hprints-02005177⟩

Share

Metrics

Record views

121

Files downloads

87